Home > Produtos e Serviços > Consultoria
 

Planos de negócio e estudos de viabilidade

A Integral-Trust ocupa posição de destaque no Brasil como líder em assessoria para clientes no desenvolvimento de planos de negócio, com especialização em projetos de captação estruturada de capital para investimentos e expansão assim como expertise na montagem de bancos e instituições financeiras.

Elaboração de planos de negócio, avaliação e estudos de viabilidade:
  • Desenvolvimento de estudos de viabilidade para alternativas de investimento
  • Elaboração de estudo completo, avaliando toda a cadeia de negócios e seus fatores de influência como questões operacionais, mercadológicas e financeiras

Montagem de bancos e instituições financeiras:

  • A Integral-Trust desenvolveu uma metodologia única na elaboração de planos de negócios e nos processos de estruturação e aprovação de instituições financeiras pelo Banco Central
  • Participa ativamente de todas as fases do processo, desde a concepção do plano estratégico e sua respectiva aprovação junto ao Bacen até o efetivo início de operação das instituições financeiras
  • Nos últimos dois anos a Integral-Trust assessorou grandes empresas e grupos industriais, de diversos setores, no desenvolvimento de 15 diferentes projetos que culminaram na constituição de novas instituições financeiras, tornando-se referencia nessa área

 

 

Constituição de novas instituições financeiras

Neste tocante a Integral desenvolveu experiência na constituição e aprovação de instituições financeiras pelo Banco Central, o que engloba a exigência de diversos requisitos bem como a elaboração de um completo e detalhado plano de negócios. Já possui uma consolidada carteira de grandes empresas clientes em fase de aprovação no Banco Central e se tornou referência nesses projetos.

 

Análise de GAPs - Arranjos de Pagamento

Atenta à nova legislação a Integral Trust vem apoiando as empresas praticantes de “arranjos de pagamento” em seu processo de compliance à legislação. Para tanto, elabora estudos de “Gaps” e estudo de viabilidade.

Desta forma, as empresas terão um estudo dos "Gaps" entre as práticas existentes atuais e aquelas definidas pelo novo conjunto regulatório, com análises, recomendações e ações necessárias para orientar as atuais e futuras empresas do setor, bem como um estudo de viabilidade e/ou plano de negócio, exigido pelo regulador.

A nova Lei Federal Nº 12.865 de 09/10/2013 dispõe, em seu Artigo 6º, sobre os “Arranjos de Pagamento” e também sobre as instituições de pagamentos que deverão integrar o Sistema de Pagamentos Brasileiro – SPB.

Para tanto define “Arranjos de Pagamento” como: “Conjunto de regras e procedimentos que disciplina a prestação de serviços de pagamento ao público aceito por mais de um recebedor, mediante acesso direto pelos usuários finais, pagadores e recebedores”.

Atribui também responsabilidade de regulação e supervisão dessas instituições para o CMN – Conselho Monetário Nacional e para o BACEN – Banco central do Brasil.

  • Já na qualidade de regulador manifesta-se o CMN através das Resoluções:
    • 4.282 de 04/11/2013 estabelecendo as diretrizes de regulação, vigilância e supervisão das instituições de pagamento e dos arranjos de pagamento integrantes do SPB; e da
    • 4.283 de 04/11/2013 que dispõe sobre a prevenção de riscos na contratação de operações e na prestação de serviços por parte de instituições financeiras (das quais as instituições praticantes de arranjos de pagamento passam também a integrar).
  • O BACEN, agora na posição de regulador e supervisor dessas instituições, por sua vez, emite as seguintes Circulares Normativas a respeito:
    • 3.680 de 04/11/2013 dispondo sobre a conta de pagamento utilizada pelas instituições de pagamento;
    • 3.681 de 04/11/2013 dispondo sobre o gerenciamento de riscos, os requerimentos mínimos de patrimônio, a governança de instituições de pagamento, a preservação do valor e da liquidez dos saldos em contas de pagamento e dá outras providências;
    • 3.682 de 04/11/2013 que aprova o regulamento que disciplina a prestação de serviços de pagamento no âmbito dos arranjos de pagamento e quem são as empresas que integram o SPB; e ainda a
    • 3.683 de 11/12/2014 que estabelece os requisitos e os procedimentos para constituição, autorização para funcionamento e outras condições para o exercício dessas instituições de pagamento.

Atenta à nova legislação a Integral Trust vem apoiando as empresas praticantes de “arranjos de pagamento” em seu processo de compliance à legislação. Para tanto, elabora estudos de “Gaps” e estudo de viabilidade.